II Seminário Big Data Brasil: um resumo sobre o evento

Nos dias 17 e 18 de agosto de 2015 foi realizado no Parque Tecnológico da UFRJ o II Seminário Big Data Brasil, organizado pelo Crie. O evento reuniu diversos palestrantes que estão envolvidos com a área de Big Data, e eles compartilharam diversas experiências sobre o assunto. O seminário na minha avaliação foi completo já que além de reunir diversos exemplos de aplicações de Big Data em projetos em andamento e todo o conteúdo relacionado, ainda levantou debates importantes, que sempre acabam trazendo ideias que podem mudar a nossa sociedade como um todo.

foto_seminario_big_data

Foto do evento

Para não ficar um post muito longo, seguem abaixo algumas frases e tópicos que destaquei e que certamente são tendências que já estão sendo aplicadas nesta área de Big Data:

  • Projetos de Big Data são sempre diferentes e exigem equipes multidisciplinares, já que os eles podem envolver tarefas de integração de dados, compressão e disponibilização dos dados, processamento paralelo, qualidade de dados, data mining, machine learning, visualização… O importante é ter as pessoas com as habilidades certas para conseguir solucionar cada tipo de problema que surgir.
  • Big Data não é tecnologia! Um projeto só pode ser considerado de Big Data quando a utilização dos dados trouxer valor para os negócios.
  • As startups que mais cresceram nos últimos anos apresentam uma cultura orientada a dados.
  • A maioria dos CIO’s no Brasil atualmente desconhece o real valor do Big Data, e que ele pode ser aplicado em todas as áreas de negócio. Ao mesmo tempo que isto é preocupante, pode ser uma grande oportunidade!
  • Elabore a apresentação do seu produto. Muitas vezes uma apresentação não tão boa pode fazer com que um trabalho valioso não seja reconhecido, ou que você perca um cliente por não conseguir transmitir de forma intuitiva o que você quer apresentar.
  • Conceito: Minimum Viable Product (MVP) – consiste na ideia de lançar rapidamente uma versão do software e ir aperfeiçoando de acordo com o feedback dos usuários. A frase abaixo exemplifica bem esta tendência:
  • “Neste novo mundo não é peixe grande que come o peixe pequeno, é o peixe rápido que come o peixe lento” (Klaus Schwab)

Para finalizar, vou listar algumas empresas e projetos realizados sobre Big Data aqui no Brasil que foram citados durante o evento e merecem destaque – para quem tiver interesse em conhecer com mais detalhes o que já vem sendo feito na prática:

Supremo em Números

Big Data Corp

Litteris

EMC Big Data

Sugestão de leitura relacionada:

Lições sobre Big Data

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s