Como foi o SQL Saturday #329 – Rio de Janeiro

Neste final de semana (dias 25/10 e 26/10) ocorreu a edição de número 329 do SQL Saturday, evento que é realizado pelo PASS no mundo inteiro e que teve sua 3ª edição realizada no Rio de Janeiro, na Universidade Veiga de Almeida (UVA). Mais uma vez tivemos muitas palestras interessantes sobre SQL Server e algumas novidades, como a uma recepção mais ágil e uma televisão que exibia os tweets com as hashtags do evento #SQLSatRio e #SQLSat329.

WP_20141025_003

Televisão que mostrava os tweets em tempo real

O evento começou na sexta-feira com a Pre-Conference, onde os palestrantes Pedro Correa e Murilo Miranda falaram sobre o In-Memory OLTP, mostrando as diferenças de gravação de registros no log em tabelas utilizando o In-Memory em relação ao banco de dados tradicional, o processo de movimentação de ponteiros em memória nas operações de insert, update e delete, o papel de Garbage Collector e a importância da utilização do Resource Governor para limitação dos recursos de memória disponíveis para o SQL Server. Foi uma apresentação bem aprofundada mostrando porque o desempenho dos bancos de dados utilizando o recurso de In-Memory do SQL 2014 é superior.

Murilo Miranda realizando demonstração no Pre-Conference

Murilo Miranda realizando demonstração no Pre-Conference

Já no sábado a primeira apresentação que eu assisti foi da Érika Madeira, que mostrou as ferramentas de BI da Microsoft (PowerPivot, Power View, PowerQuery e PowerMap) e fez um resumo do momento atual onde os dados são gerados em uma quantidade cada vez maior e por isso termos como Big Data se tornam cada vez mais comuns. A plataforma de Analytics da Microsoft está preparada para conseguirmos extrair inteligência destes dados.

WP_20141025_001

Érika Madeira na apresentação sobre as ferramentas do BI Microsoft

Depois assisti a palestra do Ozimar Henrique sobre Computação em Nuvem e SQL Azure. Ozimar explicou conceitos de cloud computing que às vezes são confusos, como IaaS, PaaS e SaaS, apresentou as vantagens da computação em nuvem (que são muitas) e depois demonstrou como é fácil criar ou fazer deploy de um banco de dados para o Azure. A terceira palestra que fui, já na parte de tarde, foi do Luan Moreno, que falou sobre o columnstore index, que proporciona níveis de compactação dos dados incríveis e aumenta a velocidade das consultas. Agora no SQL 2014 temos o clustered columnstore index e a grande novidade é que ele passa a ser atualizável (não é mais preciso desabilitá-lo para inserir dados na tabela). E quem foi embora perdeu a apresentação do Marcelo Fernandes sobre Clusterlog, onde ele mostrou como identificar e recuperar o seu ambiente em cluster após falhas de hardware (que sempre vão ocorrer) e contou vários casos interessantes de problemas com ambientes de alta disponibilidade envolvendo SQL Server e os desafios de quem trabalha com ambientes críticos. No final do evento ainda ganhei um kit de prêmios do SQL Saturday (primeira vez que ganho alguma coisa…)!

Kit do SQL Saturday 329 que ganhei no sorteio! :)

Kit do SQL Saturday 329 que ganhei no sorteio! 🙂

Foi em alguma apresentação diferente destas que eu citei? Compartilhe o que achou com a gente! Sugestão de leitura relacionada: Material da apresentação do Luiz Mercante: http://sqldicas.com.br/dicas/sql-saturday-329rj-material/

P.S: para encontrar o material de todas as palestras do evento acesse o link: https://www.sqlsaturday.com/329/schedule.aspx

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s