O que é “dataficação”?

Já imaginou contar a quantidade de passos que um atleta dá em uma maratona? Ou então contar, naquele seu videogame de futebol, qual foi o jogador que mais fez gols considerando todos os campeonatos?  Já pensou em contar a quantidade de vezes que seus olhos piscaram só hoje? Cada vez mais isso está se tornando realidade: produzimos e consumimos dados de diferentes formas e, na era da informação, buscamos extrair valor deles – é o que chamamos de “dataficação”, que consiste basicamente em transformar tudo o que fazemos em dados.

Cada dispositivo conectado à internet produz um volume enorme de informação. E também consumimos esta informação – em um volume cada vez maior. Estamos ficando saturados de tanta informação que recebemos, e ficando viciados nisso. Já se imaginou ficando 1 semana sem ver notícias da economia, da política, das manifestações, da previsão do tempo, sem saber dos “memes” das redes sociais? Certamente nos sentiríamos perdidos, quase ignorantes pela desatualização em relação aos outros.

Portanto, em meio a esta enxurrada de informação, nós e principalmente as empresas precisam identificar o que é mais relevante para aplicarmos o nosso tempo. No exemplo da maratona, se descobrirmos que o maratonista deu 150 passos a menos na última maratona em relação a anterior e isso proporcionou uma queda no seu tempo em 3 minutos. Será que esse conhecimento não será relevante para ele e para seu treinador? E a quantidade de vezes que seus olhos piscaram, pode ser importante em algum aspecto?

Precisamos avaliar,  em meio a tantos dados, o que é realmente relevante e pode trazer algum tipo de valor. E para alcançar conhecimentos relevantes podemos utilizar técnicas de análise de dados, como BI e Data Mining – mas isso já é tema para o próximo post.

E você, tem algum exemplo de algo que possa ser “dataficado” e é relevante para alguma tomada de decisão? Comente!

Sugestão de leitura relacionada: livro “Big Data – Como Extrair Volume, Variedade, Velocidade e Valor da Avalanche de Informação Cotidiana” (Viktor Mayer-schönberger, Kenneth Cukier)

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s